Servidor com 25 GPUs decifra qualquer senha de Windows em até seis horas

Um módulo de decriptação composto por 25 placas vídeo AMD Radeon interconectadas é capaz de quebrar senhas rapidamente. O aparelho, com programas gratuitos para descobrimento de códigos de segurança, geridos por uma distribuição Linux, gera 350 bilhões de resultados por segundo.

modulo-com-25-gpus

Tomando como base o uso de senhas de oito dígitos utilizadas por marcas e serviços, qualquer sequência pode ser descoberta em até 5:30h (ou, claro, em até menos tempo). Nesse intervalo este módulo checará 6,6 quadrilhões de combinações possíveis, inclusive as que possuem números, símbolos e letras em caixa alta ou baixa.

Elevando-se o número de dígitos, há um acréscimo considerável no tempo de pesquisa de senhas por parte do servidor. Com mais um algarismo, o período estimado para os cálculos passaria a 500 horas de trabalho. Já com dez dígitos, seria necessário pouco mais de 5 anos para o teste de todas as combinações.

Apesar de esta ferramenta de cracking transformar um algoritmo de criptografia NTLM da Microsoft em poeira em pouco tempo, ela não é restrita a esse ambiente, podendo encarar mais 44 tipos de algoritmos com alta velocidade de resultados. Por exemplo, em uma investida contra o SHA1, ela gera 63 bilhões de combinações por minuto e 180 bilhões por segundo contra MD5. Existem sistemas menos vulneráveis, como o SHA512, contra o qual a quantidade de senhas testadas é de somente 364 mil resultados por segundo.

By – TechTudo

Papel de parede é capaz de bloquear sinal da rede Wi-Fi

Se você quer impedir, de uma vez por todas, que o seu vizinho acesse a sua rede Wi-Fi em casa, a solução acaba de ser anunciada. Um papel de parede que chegará ao mercado nos próximos meses promete bloquear o sinal das redes sem fio de uma residência, impedindo que ele seja detectado por outros dispositivos do lado de fora.

O produto tem as mesmas características de um papel de parede comum. A diferença está nos pequenos cristais de prata contidos nele, que são os responsáveis pelo bloqueio do sinal Wi-Fi. Pelo posicionamento natural das paredes, o sinal da rede sem fio ficará “aprisionado” na casa, e você não detectará a rede dos seus vizinhos, nem ele a sua.

Os papéis de parede serão comercializados com “padrões de frequência pré-definidos”, compatíveis com a maioria das redes Wi-Fi caseiras (2,4 GHz e 5 GHz), e serão fabricados de modo que não afete o desempenho dos celulares. Por outro lado, os telefones sem fio no padrão DECT podem perder desempenho, por causa da proximidade das frequências utilizadas entre esses aparelhos e os roteadores. Além disso, o desenvolvedor declarou que também possui tecnologia para fabricar papéis de parede bloqueadores de sinais de celulares.

Para aqueles que querem manter o padrão estético da residência e não imaginam ver a casa toda com esse tipo de papel de parede, o criador afirma que o desempenho do bloqueador não é afetado se você pintar o papel com tinta, ou inserir outro papel de parede por cima.

Vale alertar que, na prática, o papel de parede não é capaz de bloquear o sinal por completo. Como a maioria dos roteadores emitem o sinal uniformemente em todas as direções, seria necessário revestir o teto, o chão e também as janelas para que o bloqueio fosse completo. Mas não se preocupe: o fabricante já está pensando nisso, e informa que está desenvolvendo um “papel especial” transparente, para piso e janelas.

Via Gizmologia.

As suas senhas são fortes o suficiente?

Se você quisesse esconder dinheiro, você deixaria um papelzinho amarelo brilhante preso na base do seu teclado, com instruções de como achar o dinheiro? E que tal em cima do seu monitor? Ou debaixo do seu telefone?

É claro que não. Mas o fato é que um número surpreendente de pessoas anota suas senhas e as mantém exatamente nesses lugares mais óbvios, esperando que o primeiro ladrão que aparecer as encontre. Fazemos isso porque é difícil lembrar todas as senhas que temos, o que só piora no caso daquelas que mudam todos os meses. Então, é claro, nós as anotamos em pedaços de papel e temos que nos lembrar de onde os guardamos.
Os 6 lugares mais populares (e, assim, os piores) para esconder senhas

A pior coisa que você pode fazer, em termos de segurança, é anotar suas senhas e guardá-las em algum lugar debaixo da sua mesa ou da cadeira. Mas muita gente faz isso! Estes são os lugares mais populares:

  • Embaixo do teclado
  • Embaixo do mouse pad
  • Embaixo do telefone
  • Embaixo da mesa
  • No monitor
  • Na primeira gaveta

A melhor memória é aquela na sua cabeça

Qualquer um que trabalhe em segurança de TI vai dizer isto: nenhuma senha é 100% segura, mas o melhor lugar para guardá-las é na sua cabeça – memorize-as. Então, o que você tem que fazer é criar senhas fortes que você não vai esquecer.

E este é o problema: a maioria das pessoas tem medo de que, a menos que suas senhas sejam curtas e simples, eles as esquecerão. Eles escolhem seus próprios nomes ou os nomes de seus filhos; seus endereços; seus aniversários; sequências comuns de números, como 88888888 – e usam uma senha só para tudo, para todas as contas online. (Isso obviamente não é uma boa ideia, pois, se um hacker conseguir sua senha, tentará usá-la em todas as contas.) Erroneamente, eles acham que não são importantes o suficiente para que os hackers queiram suas informações, não percebendo que os cibercriminosos são implacáveis: eles irão pegar tudo o que quiserem, independente de quem você é; em alguns segundos, eles podem roubar sua identidade, seu dinheiro e sua reputação.

E isso é bem fácil para eles. Um “adivinhador de senhas” disponível comumente, por exemplo, pode descobrir 24% das senhas usando apenas 100.000 combinações e pode testar centenas de milhares de senhas em apenas UM SEGUNDO.

Suas senhas são fortes o bastante? Teste-as aqui, na Central de Proteção e Segurança Microsoft.

Dicas úteis para ajudar você a criar senhas ultrasseguras

  1. Sua senha deve ser longa e complexa. A Microsoft recomenda que a senha tenha 14 caracteres, pelo menos. Misture letras maiúsculas e minúsculas, números e pontuação. Quanto maior a variedade, melhor.
  2. 2. Não use palavras inteiras que aparecem no dicionário (em qualquer idioma), mesmo de trás para frente ou abreviadas, ou sequências comuns de números.

3. Não use aniversários ou números de passaporte, seus ou de alguém da sua família.

4. Um bom método é escrever uma sentença inteira – mas em código. Funciona assim:

  • Escolha uma frase que tenha um significado para você e que você não vá esquecer – por exemplo, “eu quero ir para casa às 5 horas da tarde”.
  • Transforme a frase em uma série de letras, usando a primeira letra de cada palavra: “eqipca5hdt”.
  • Coloque algumas das letras (por exemplo, as da primeira metade do alfabeto) em maiúsculas: “EqIpCA5HDt”.
  • Digite uma letra como o “E” como um número: “3qIpCA5HDt”.
  • Use @ em vez de “A”: “3qIpC@5HDt”.
  • Coloque mais dois números de que você irá se lembrar no meio: “3qIpC@195HDt”.
  • Coloque pontuação: “3qIpC@19??5HDt” (14 caracteres)

Como memorizar senhas

Um pesquisa de 2007 com 3.000 pessoas[1] mostrou que um terço dos participantes com menos de 30 anos não conseguiam se lembrar de seus próprios números de telefone. Não resta dúvida do porquê de acabarmos anotando nossas senhas nos monitores! Nós simplesmente nos tornamos muito dependentes de acesso rápido à tecnologia. Infelizmente, não existe uma solução simples: se você quiser se lembrar de suas senhas, terá que treinar sua memória.

Mas, se você tiver muitas senhas para lembrar, uma coisa que você pode fazer é manter a “sentença” da senha igual e adicionar três letras do nome do site – por exemplo, “3qIpC@19??5HDtYaH” (Yahoo!) ou “3qIpC@19??5HDtFaC” (Facebook) ou “3qIpC@19??5HDtBaN” (banco).

Fácil para você; difícil para os hackers. A Verificação de Senha da Microsoft considerou “Fortes” as senhas que criamos acima. Provavelmente, você pode fazer ainda melhor.

[1] Ian Robertson, Professor de Psicologia do Instituto de Neurociência e Escola de Psicologia do Trinity College em Dublin, Irlanda

LCD transparente é criado pela Samsung

A Samsung preparou aquilo que poderá muito bem ser o futuro das amostras de produtos. Criando um LCD transparente, a empresa espera dinamizar os negócios como quiosques ou amostras de lojas criando uma interatividade completamente inovadora tornando aquelas chatas publicidades estáticas no que estamos habituados e sejam muito mais interessantes.
Parece que temos aqui mais um passo na direção de um mundo mais parecido com o retratado em Minority Report. Imaginem uma amostra de ma loja de roupa em que temos modelos animados com roupas sempre mudando, ou uma amostra de um produto tecnológico, como podemos ver na fotografia, em que podemos ver as características e ao mesmo tempo o dispositivo.
Ainda não há uma data para a chegada ao mercado. O primeiro exemplar é um ecrã de 22 polegadas que está mostrado na imagem e a Samsung deixou transparecer que um modelo de 46 polegadas já se encontra em produção.
Os painéis irão ter versões em preto e branco e a cores, e terão um contraste de 500:1 com WSXGA+ de 1.680×1.050 pixels de resolução.
Utilizam portas HDMI para a recepção de imagem, têm portas USB e usam a luz ambiente no seu funcionamento, o que permite uma redução do consumo de energia.

 

Um notebook sem tela e com design diferente

O designer coreano Won-Seok Lee apresentou um conceito diferente de notebook. O modelo dele simplesmente não tem tela.

Extremamente futurista e arrojado, o segredo do B-Membrane, como foi batizado, é um projetor polarizado capaz de direcionar o display em qualquer superfície.

E quando o computador não está em uso, o projetor ainda funciona com vários efeitos de luzes diferentes.

O formato é extremamente curioso. Alguns afirmam que é inspirado no sistema de som de três caixas da JBL, outros dizem que mais parece o Soundsticks, da Kardon. Outros simplesmente consideram que o protótipo é inspirado em naves espaciais. De onde veio a inspiração, ainda não se sabe ao certo. Dê uma olhada nas imagens e tire suas conclusões.

O teclado é tão surpreendente quanto o projetor. Ele fica na base e só é exibido quando se precisa dele, como uma membrana que aparece e desaparece – daí o nome. O notebook ainda tem leitor ótico embutido.

É difícil encontrar detalhes sobre o B-Membrane pela web. Fato é que não há nenhum tipo de previsão, nem mesmo é possível saber se a fabricação do modelo é viável.

By:  tecmundo

O primeiro Netbook Solar do Mundo

       O Samsung NC215S é o primeiro netbook com painel solar integrado ao case, que oferece uma hora de carga de bateria para cada duas horas exposto ao sol. Além disso, este netbook tem uma bateria de 6 células com tecnologia PowerPlus com uma duração impressionante, cerca de 14 horas de uso! Ele tem uma tela LED de 10.1 polegadas com resolução de 1024×600 pixels, 1GB de RAM, webcam, slot para cartões SD. Você pode escolher entre um processador Intel Atom N570 ou N455. O netbook deve ser lançado na África e na Rússia pelo equivalente a US$ 450, e fica aqui a nossa torcida para que também chegue ao Brasil.

Saiba mais no Samsung Hub.

O dia do Backup – A história do procedimento e como fazer o seu

Data comemorativa é algo que, definitivamente, não falta. Dia internacional da Língua Materna (12 de março), Dia Nacional do Cego (26 de julho), Dia do Armistício (11 de novembro)… A lista é extensa, e quando cruzamos isto com a cultura nerd, sugem o dia do Π (ou se preferir, do Pi) e datas como o Dia do Orgulho Nerd, comemorado em 25 de maio (data da première do primeiro filme da série Star Wars).
No dia 25 é celebrado, também, o Dia da Toalha. “Selo Nerd de Qualidade” para quem souber o porquê (e se não souber, tudo bem, não entre em
pânico).

Agora, se você cruzar datas comemorativas com nerds e com um pouco de auto-ajuda, temos o Dia Mundial do Backup, uma data criada para lembrar as pessoas da importância de tornar seus arquivos mais estimados “redundantes no mundo”. A ideia, que surgiu no Reddit, ganhou força, e hoje tem até site oficial: http://www.worldbackupday.net/.

Inspirados por este objetivo nobre,o site Adrenaline decidiu criar uma coluna em homenagem a este dia, que ocorreu nesta quinta-feira (31/03). Afinal, mesmo que a “comemoração” já tenha  passado, todo dia é dia de fazer backup, não é mesmo? Vamos, então, dar uma volta pela história dos backups (ou, pelo menos, as partes que alguém fez cópia para a posteridade) e também falar um pouco das opções para quem quer fazer cópias de segurança dos conteúdos importantes de seu computador.