Nova tecnologia de gravação multiplica a capacidade de armazenamento do DVD

Laser permite que até 1 PetaByte de dados seja armazenado em um único disco.

ImagemO avanço da tecnologia e das resoluções tem, como um de seus resultados, arquivos cada vez maiores. E, assim, o DVD acaba sendo pouco a pouco deixado de lado em favor do Blu-ray e da distribuição digital, com streamings de alta qualidade potencializados pelas conexões de alta velocidade. Uma pesquisa da Universidade Swinburne, na Austrália, está disposta a mudar isso.

Cientistas do Centro de Microfotônica desenvolveram um novo tipo de laser capaz de gravar até 1 PB de dados em um DVD convencional. O disco é exatamente o mesmo que você encontra em qualquer lugar – o que muda é a maneira como os dados são gravados e o funcionamento em si do método de gravação.

Basicamente, um laser convencional dispara pontos, formados por dados binários, no disco, para realizar a gravação. O que os pesquisadores conseguiram foi diminuir ao máximo o tamanho destas porções de dados, fazendo com que mais dots coubessem na superfície de um mesmo DVD. Só para se ter a noção, os dados gravados, individualmente, são cerca de 10 mil vezes menores que um fio de cabelo humano.

A tecnologia ainda está em seus estágios iniciais de testes e não existe nem mesmo uma previsão de quando ela pode chegar ao mercado de massa. A ideia é não exigir equipamentos especiais para leitura dos dados agora microgravados, e é aí que está o grande desafio da Universidade Swinburne.

Fonte: Extreme Tech

 
 
Publicado em Geral. Leave a Comment »

Servidor com 25 GPUs decifra qualquer senha de Windows em até seis horas

Um módulo de decriptação composto por 25 placas vídeo AMD Radeon interconectadas é capaz de quebrar senhas rapidamente. O aparelho, com programas gratuitos para descobrimento de códigos de segurança, geridos por uma distribuição Linux, gera 350 bilhões de resultados por segundo.

modulo-com-25-gpus

Tomando como base o uso de senhas de oito dígitos utilizadas por marcas e serviços, qualquer sequência pode ser descoberta em até 5:30h (ou, claro, em até menos tempo). Nesse intervalo este módulo checará 6,6 quadrilhões de combinações possíveis, inclusive as que possuem números, símbolos e letras em caixa alta ou baixa.

Elevando-se o número de dígitos, há um acréscimo considerável no tempo de pesquisa de senhas por parte do servidor. Com mais um algarismo, o período estimado para os cálculos passaria a 500 horas de trabalho. Já com dez dígitos, seria necessário pouco mais de 5 anos para o teste de todas as combinações.

Apesar de esta ferramenta de cracking transformar um algoritmo de criptografia NTLM da Microsoft em poeira em pouco tempo, ela não é restrita a esse ambiente, podendo encarar mais 44 tipos de algoritmos com alta velocidade de resultados. Por exemplo, em uma investida contra o SHA1, ela gera 63 bilhões de combinações por minuto e 180 bilhões por segundo contra MD5. Existem sistemas menos vulneráveis, como o SHA512, contra o qual a quantidade de senhas testadas é de somente 364 mil resultados por segundo.

By – TechTudo

Um canal de fibra ótica,atinge 512Gbps de conexão

A Deutsche Telekom, companhia de telecomunicações alemã, está realizando testes do projeto OSIRIS (Optically Supported IP Router Interfaces), que visa desenvolver novas formas de lidar com a demanda de banda larga. A empresa atingiu uma velocidade de 512Gb por segundo, usando um único canal de fibra ótica, batendo o recorde de maior velocidade de transferência de dados no mundo.

Ao pegar um pacote de dados e enviá-lo de Berlim a Hannover, numa distância de 367km, os pesquisadores bateram recordes tanto na ida quanto na volta. O percurso total teve 734km de distância.

Os cabos de fibra ótica são compostos por diversos canais. Pegando como exemplo os modelos usados pela empresa alemã, que possuem 48 canais, poderíamos ter uma velocidade de 24,6 Tb por segundo, segundo o site GigaOM.

Contextualizando, agora há a possibilidade de envio de uma coleção com 3696 CDs através de apenas um cabo de fibra ótica ao mesmo tempo, em apenas um segundo. E mais: vale lembrar que esses cabos têm a espessura de um cabelo humano.

Não há previsão para a chegada no mercado da conexão de super-velocidade testada pela Deutsche.

by- OlhaDigital

Imagem simplesmente desaparece!

Fique parado olhando para o centro dessa imagem ( abra o post e veja a imagem inteira). Não há truque algum; apenas olhe, relaxe e veja algo que você sabe que está lá simplesmente desaparecer.

Viu? Que bom. Agora entenda como funciona…

O que você viu agora é chamado de Efeito de Troxler, que parte da ideia de que se você ficar olhando fixamente para um pontopor muito tempo, tudo ao redor de sua visão periférica desaparece. É por isso que nossos olhos estão se mexendo o tempo todo. Do mesmo jeito quando você pega uma camiseta, coloca-a mas só repara alguns minutos depois que está com ela, os neurônios de nossos sistema visual tendem a ignorar estímulos não variáveis. Resultado: tudo fica branco.

E você quer saber por que a escolha de cores suaves e borradas? Uma imagem mais definida oferece muito mais estímulos aos olhos; é mais difícil ficar olhando para um ponto fixo por muito tempo (cerca de 20 segundos) para que o efeito surja. Não conseguiu criar o efeito? Você pode estar com problemas com os cones L e M, de acordo com um informado usuário do Reddit, que também oferece outras alternativas que podem lhe ajudar.

Fonte:[www.reddit.com]

Empregabilidade – Windows 8, Ubuntu 11.04, Java 7… Aonde isso vai parar

    Ser da área de informática é estar bem informa(tiza)do, não, isso não é um bordão, isso uma simples realidade. Se você pretende ser dessa área ou está nessa área deve acompanhar a marolinha Tsunami de mudanças que ocorrem anualmente. Sim, o bom e velho Windows 98 já nem existe, porém o número 8 logo estará de volta, Conectiva? acho que agora se chama Mandriva (pelo menos era até o ano passado) e quem domina esse mundo é uma palavra Africana que significa “Humanidade”, Java? Não é mais da Sun, alias nem existe mais a Sun pois agora é Oracle, assim como o Delphi que agora pertence a Embarcadero e minha saudosa Borland nem sei mais onde anda. Um tal de Android anda por aí fazendo um bip-bip e atrapalhando a toda poderosa Apple (com sua Maçã mordida), dizem inclusive que o mascote do Android não deveria ser um Robozinho, mas um Bichinho de Maçã. E assim caminha os softwares.

   Alias, caminhar é uma forma bem legar de falar “correr a passos largos”, pois na parte de hardwares a febre dos Tablets e Smartphones contaminaram essa área, então hoje a portabilidade dos sistemas devem escorrer entre: Smartphones, Tablets, Netbooks, Notebooks e Desktops com suas milhares de configurações, se antigamente ter três sistemas operacionais já era complicado, imagina hoje em dia com diversos dispositivos e suas variadas de configurações. Isso sem contar com os novos aparelhos que estão despontando por aí, como carros mais inteligentes, televisões que acessam a rede, GPS e suas infinitas possibilidades, entre outros brinquedinhos que deve fazer a alegria de muito marmanjo nesse natal.

    Ops, estou me esquecendo das novas profissões, o pobre do Analista foi subdividido em diversas especializações, tais como, Analista de Negócios, Analista de Requisitos, Analista de Métricas, é inconcebível hoje que um Gerente de Projetos que não tenha no mínimo um PMP acompanhado de um ITIL v3 e Cobit com conhecimentos de Metodologias Ágeis e para o Programador que agora é um desenvolvedor, algumas certificações, conhecimento de Web Services, UML, RUP e mais um monte de sopa de letrinhas que juntando dão um belo caldo.

    Então estou aqui como um corvo é pintando um futuro negro (somente com tinta preta), não é bem assim, o pessoal da informática também está na crista da onda, tão antenado, alguns ganhando razoáveis salários, basta observar a revista Forbes e veja quantos caras de informática estão lá. Além disso, muitas coisas que estão despontando ele já está careca de saber e dominar e isso faz dele uma pessoa que pode treinar hoje para montar um negócio que irá estourar daqui a alguns anos. Quer uma prova?

O cara da informática sabe muito bem que o seguinte vídeo não tem nada de ficção:

Obrigado! Fernando Anselmo

Windows 8 Developers Preview

A nova versão, Microsoft promete um salto gigantesco em termos de interface. Conheça algumas das aplicações que foram adicionadas

Você também já pode testar, mas é bom ter paciência: o pacote completo tem de 2.83 a 4.8GB (versão mais completa). Para fazer o download gratuito, é só clicar aqui. Mas atenção: como a versão ainda é para testes, muitos bugs e instabilidades podem aparecer. Portanto, só instale em um PC de testes, ou que não seja aquele principal da sua casa.

A Microsoft propõe um salto gigantesco entre o visual da edição anterior (versão 7) para esta. Na verdade, ela parece querer reunir a mesma interface, tanto para o sistema operacional móvel quanto para o sistema operacional de desktops e laptops. O visual é idêntico ao do Windows Phone 7, chamado “Metro”, que traz quadradinhos coloridos com diferentes informações. Eles podem ser atalhos para diferentes aplicativos, ou espaços para informações atualizadas em tempo real, uma vez que a ideia é que usuários estejam conectados à internet o tempo inteiro. A cada aplicativo instalado, um novo quadrado (ou “tile”) é criado. Para abri-lo, basta um click, contra os 2 necessários até então para qualquer ação no Windows.

É possível reunir “tiles” = “azulejos”  e até mesmo dar nomes para esses grupos criados. O menu “Iniciar” deixou de existir. Em seu lugar, ao jogarmos o ponteiro do mouse para o canto inferior esquerdo da tela, aparecem opções: Start, Search, Share e outras

O Internet Explorer apresenta um visual completamente diferente. A mudança mais perceptível tem a ver com a barra de endereços, que passa a ser exibida no rodapé da página. No entanto, se ele for executado a partir da interface-padrão, o browser vai assumir o mesmo visual de hoje.

Talvez esta seja uma arma da Microsoft: manter 2 visualizações, a antiga e a atual, para que os usuários se acostumem aos poucos, e migrem para
o ambiente mais recente à medida em que se sentirem seguros.

O Windows 8 traz uma grande variedade de aplicativos. Também podemos esperar pelos novos Media Center e Windows Media Player. Para ter acesso ao menu com configurações e comandos, basta apertar o botão direito em qualquer lugar da tela.

Ainda é cedo para ter conclusões mais objetivas. De qualquer forma, as primeiras impressões foram positivas. A ideia da Microsoft – de trazer a experiência dos tablets e celulares para os desktops, com telas bem maiores – é bastante interessante. O problema é a diferença gritante entre esta e a versão anterior: será que os usuários, principalmente os menos envolvidos com a tecnologia, vão se acostumar? Acreditamos que esta seja  ma questão de tempo, uma vez que tudo parece ter se tornado mais intuitivo.

Ainda não há informações concretas sobre data de lançamento, preço ou se a empresa oferecerá diferentes versões do sistema operacional. No entanto, é certeza que a Microsoft ainda tem muito chão pela frente até lançar a versão final. Por isso, podemos esperar por “upgrades”, apesar da empresa já ter deixado clara a sua linha de raciocínio para a nova versão do sistema operacional.

O Lauriney Fergutz, esteve no lançamento, nos USA. e me deu mais notícias…

Um notebook sem tela e com design diferente

O designer coreano Won-Seok Lee apresentou um conceito diferente de notebook. O modelo dele simplesmente não tem tela.

Extremamente futurista e arrojado, o segredo do B-Membrane, como foi batizado, é um projetor polarizado capaz de direcionar o display em qualquer superfície.

E quando o computador não está em uso, o projetor ainda funciona com vários efeitos de luzes diferentes.

O formato é extremamente curioso. Alguns afirmam que é inspirado no sistema de som de três caixas da JBL, outros dizem que mais parece o Soundsticks, da Kardon. Outros simplesmente consideram que o protótipo é inspirado em naves espaciais. De onde veio a inspiração, ainda não se sabe ao certo. Dê uma olhada nas imagens e tire suas conclusões.

O teclado é tão surpreendente quanto o projetor. Ele fica na base e só é exibido quando se precisa dele, como uma membrana que aparece e desaparece – daí o nome. O notebook ainda tem leitor ótico embutido.

É difícil encontrar detalhes sobre o B-Membrane pela web. Fato é que não há nenhum tipo de previsão, nem mesmo é possível saber se a fabricação do modelo é viável.

By:  tecmundo